© 2019 FASHION STUDIO, PORTUGAL

Passou mais de 1 mês - Dieta LEV

Engraçado como nos habituamos a diferentes hábitos. Diz-se que depois de um mês a experimentar algo, sempre diariamente, esse hábito passa a integrar a nossa vida...A verdade é que a dieta LEV já não me custa nada. 

Como sempre gostei de legumes e saladas, de peixe e carnes brancas, esta fase não tem sido muito complicada. O que me continua a custar horrores é não poder ingerir fruta nem lacticínios. Adoro fruta de época e estamos num altura em que as bancadas de fruta gritam para mim!

 

Tenho feito as refeições LEV do dia e uma refeição sem produtos LEV. Quando se introduz peixe e carne magros, é tudo mais fácil pois já não pareço uma Alien quando vou comer fora com amigos. 

 

Peixe grelhado, lulas no wok, peito de frango assado, entre outras coisas são agora permitidos. Tenho feito legumes grelhados no forno e adoro! 

Trouxe refeições novas (Frango com cogumelos, noodles , molho bolonhesa e continuo a gostar mesmo muito dos snacks. As waffers de queijo e fiambre são as minhas preferidas, assim como as barras de coconut com chocolate. 

 

Ao pequeno almoço alterno entre os batidos de morango, e a brioche com pepitas de chocolate. 

 

O tempo está óptimo, e as saladas já sabem bem! Esta é a altura, para mim, melhor para se fazer a dieta LEV pois no inverno não apetecem tanto saladas! 

Eu que nem gostava muito de sopa estou rendida. Realmente basta criatividade. Fiz uma de abóbora e tomate, com coentros e cogumelos salteados que estava deliciosa. 

 

Bom resto de semana! E toca a ficar LEV! Afinal não custa e quando olhamos para o espelho, já nos dá vontade de usar roupas de verão mais leves. 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

em destaque

A Moda contra a violência doméstica

12/02/2019

1/3
Please reload

Recent Posts
Please reload

procura de Tags