© 2019 FASHION STUDIO, PORTUGAL

Velhos são os trapos!

 

Há um tempo atrás escrevi um artigo para a revista Spot, que fui buscar de novo para partilhar aqui convosco.

Lidar com a idade é apenas lidar com números! 

Lembro-me de ser criança e da minha avó ter 60 anos. Era uma velhinha mesmo velhinha, com o rosto marcado por milhões de rugas, as costas dobradas pelo peso da vida, vestida de preto dos pés à cabeça, e com um ar amoroso e triste.

Hoje uma mulher aos 60 anos ainda está bonita e com vitalidade, com vontade de viver a vida a mil, e com sonhos por concretizar.

A minha avó já não tinha sonhos. E isso tirou-lhe o brilho do olhar. 

Isso fez-me pensar que a atitude perante a vida define muito a nossa postura e aspecto. 

 

 

Quem disse que ter mais de 60 anos é sinónimo de démodé e de velho?

Com o aumento da esperança média de vida, o termo terceira idade deixou de fazer sentido, e é frequente encontrar mulheres de 60 anos que parecem ter 45, e que se sentem bonitas, sexys e desejadas.

 

As marcas perceberam cedo que existe um mercado com cada vez mais potencial, onde as pessoas com mais de 60 anos adoram moda, gostam de arriscar e criar um estilo único. Sem medos!

 

Muitas campanhas internacionais recorrem a mulheres mais idosas, provando que a moda veio para todas, e que a idade não é impeditiva de nada! Profissionalmente realizadas, sem complexos, experientes, decididas, as sexagenárias de hoje orgulham-se da sua idade. Praticam desporto, viajam, saem á noite, comem de forma saudável, e adoram ir as compras.

 

Marcas como a L’Oréal realizaram que teriam que criar gamas específicas para elas, e que muitas vezes o dinheiro nesta idade já nem é um problema pois têm um poder de compra bem superior ao comum dos mortais.

 

Os blogs de moda para pessoas com mais idade tornaram-se referência, como por exemplo o blog americano Advanced Style. Criado por Ari Seth Cohen, que, ao passear pelas ruas de Nova York, percebeu que existia um número enorme de gente da terceira idade com muito estilo na cidade, teve a ideia de fazer o blog e mostrar os looks dessas senhoras e senhores. E o blog até já virou filme!

 

Na minha opinião, mais importante do que seguir a moda, é apostar em peças que favoreçam o corpo de cada uma. As peças intemporais são sempre uma mais valia (boa qualidade, com corte perfeito), que se podem complementar com alguns acessórios que sejam mais tendência.

A ideia será sempre evitar peças demasiado reveladoras e sexys, como grandes decotes e ultra mini saias ou calções curtos, e apostar em coordenados elegantes e requintados. Não quer dizer que tenham de ser clássicos e tradicionais!

 

 

Na maquilhagem, evitar brilhos e o preto nos olhos, que endurece.

É importante relembrar que as cores fortes realçam, e as escuras diminuem. Então basta coordenar: roupas vibrantes nas partes do corpo que queremos realçar, e mais sóbrias nas partes que queremos disfarçar.

É fundamental escolher bem a lingerie! Aposte em peças que não marquem, e sejam suaves. Usar cintas modeladoras não é vergonha nenhuma, se nos fizerem sentir mais magras e elegantes.

Se tiver flacidez nos braços, prefira mangas pelo cotovelo, ou ¾ que são muito elegantes e disfarçam o que menos gosta. Use pulseiras e anéis bonitos, e tenha as unhas sempre impecáveis.

 

 

Os lenços coloridos são uma boa aposta para trazer cor ao seu dia a dia.

Use fatos de banho, que são tendência e camuflam a zona da barriga, com um bom suporte para o peito. Nos sapatos, escolha modelos estáveis, não muito altos.

A ganga é permitida, assim como os ténis casuais para o dia a dia em situações mais informais.

E depois, é so procurar inspiração nas fotografias das campanhas que aqui deixo. 

Porque os 60 são os novos 40!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

em destaque

A Moda contra a violência doméstica

12/02/2019

1/3
Please reload

Recent Posts
Please reload

procura de Tags